Asa Sul - (61) 3047-8100 / Taguatinga (61) 3247-8100

Consulta periódica com o oftalmologista e as doenças silenciosas

Consulta periódica com o oftalmologista e as doenças silenciosas

22 de outubro de 2019

Cerca de 42% brasileiros não fazem visitas regulares ao oftalmologista, providenciando consulta somente quando apresentam alguma alteração visual, dor ou dificuldade para enxergar.   Veja mais.

 

 

A visita a um especialista é importante para que sejam identificadas doenças silenciosas como o glaucoma, que não apresenta sintoma. O diagnóstico precoce pode evitar cerca de 60% das doenças que provocam a cegueira e exames podem ser realizados nas próprias clínicas oftalmológicas, ou seja, a simples atitude de procurar um oftalmologista pode salvar sua saúde ocular.

Faça exames de rotina

Outras doenças, além do glaucoma, podem não apresentar sinais ou sintomas, como a retinopatia diabética, a degeneração macular relacionada à idade, que pode atingir pessoas a partir dos 50 anos. Nesses casos, por exemplo, o oftalmologista pode, através de exames, perceber sinais da doença antes mesmo do paciente identificar alterações visuais.

Quando começam as consultas? Desde o nascimento, pois o recém nascido já faz o Teste do Olhinho, que é capaz de detectar problemas oculares já ao nascer. A partir da infância, uma vez ao ano é indicada a consulta, acompanhando toda a fase escolar.

Sua saúde ocular também é responsável por sua qualidade de vida, mobilidade e autonomia. Identifique um profissional de sua confiança e continue com o privilégio de ver o mundo em seus mínimos detalhes.